Este módulo do Hipercusto permite definir apenas alguns dos dados adicionais do produto como, por exemplo, NCM, valor estimado de venda (utilizado para cálculo do ICMS/ST), mark-up padrão, resultado e situação do produto.


As informações acima também podem ser definidas no módulo principal de cadastramento do produto, mas em alguns casos pode não ser "interessante" que a pessoa do comercial (que define estas informações) tenha acesso a fórmula do produto. Se esse for o caso da sua empresa você poderá ativar o controle de usuários do Hipercusto e definir quais módulos cada usuário poderá acessar.


Repare que este módulo não possui botões de inclusão ou exclusão de itens, apenas de modificação dos produtos já cadastrados no sistema, o que garante que o usuário não poderá excluir produtos indevidamente ou cadastrar novos itens sem conhecimento da área de engenharia de produtos.


Este módulo possui as seguintes páginas (abas):


  • Produtos cadastrados: aqui são exibidos os dados dos produtos cadastrados no sistema e você pode selecionar o produto desejado com um simples clique do mouse (se por acaso você ainda não cadastrou nenhum dado no sistema, não será exibido nenhum registro nesta tela).


  • Dados do produto: Que contém as seguintes informações do produto. O usuário poderá apenas consultar os dados desta página, isto é, não será permitido alterar qualquer um destes dados.
    • Código: representa o código ou identificação do produto selecionado.
    • Descrição: nome ou descrição do produto.
    • UM: Indica a unidade de medida deste produto, como, por exemplo: pc, lt, kg, mt etc.
    • Referência: indica a referência do produto ou, se preferir, um segundo código de identificação do produto, número de desenho, etc.
    • Código de barras ou código auxiliar: neste campo será informado o código de barras do produto ou um código auxiliar/complementar.
    • Cliente: alguns produtos podem ter sua produção específica para algum cliente da empresa (produção sob encomenda) e, se esse for o caso, neste campo estará o nome ou código do cliente para o qual o produto é produzido.
    • Rateio de despesas: representa o rateio das despesas fixas da empresa que deverão ser "pagas" pela margem de contribuição desse produto. O resultado das vendas deste produto só poderá ser considerado como lucro quando esta despesa for paga. O rateio das despesas pode ser atualizado pelo sistema no fechamento do período (de acordo com o configurado no sistema).
    • Investimento do produto: indica o valor que a empresa investiu para criar/iniciar a fabricação do produto.
    • Grupo/subgrupo: código de grupo/subgrupo ao qual esse produto pertence.
    • Lote econômico: é a quantidade ideal de fabricação do produto em função dos tempos utilizados na preparação dos equipamentos.
    • % Refugo:  representa a perda que pode ocorrer na fabricação do produto.
    • Formulação para lote de: este campo indica a quantidade em que o produto é fabricado.
    • Descrição complementar ou especificação: é uma descrição adicional para o produto, sua especificação ou outra informação que necessite saber sobre o produto.
    • Código NCM: indique o código da tabela Nomenclatura Comum do Mercosul. Esse campo deve ser preenchido sempre que sobre o preço de venda do produto incidir ICMS/ST ou IPI.
    • Peso líquido: representa o peso líquido de uma unidade do produto.
    • Peso bruto: representa o peso bruto de uma unidade do produto.
    • UM:  é a unidade de medida em que os peso foram informados (exemplo: kg, grama, etc.).
    • Volume:  indica o volume de uma unidade do produto
    • UM: é a unidade de medida em que o volume foi informado (exemplo: m3, cm3, etc.)
    • Comprimento:  indica o comprimento de uma unidade do produto.
    • UM: é a unidade de medida em que o comprimento foi informado (exemplo: m, cm, mm, etc.).


  • Dados Adicionais: nesta página você poderá cadastrar as seguintes informações complementar do produto:
    • Mark-up 1: indica o mark-up (condição comercial) preferencial que deverá ser utilizado na venda do produto. Você poderá digitar seu código ou então pressionar o botão de pesquisa de mark-ups () para localizar o código desejado.
    • Mark-up 2: indica o segundo mark-up (condição comercial) preferencial que deverá ser utilizado na venda do produto. Aqui você também poderá digitar seu código ou então pressionar o botão de pesquisa de mark-ups () para localizar o código desejado.
    • Mark-up 3: indica o terceiro mark-up (condição comercial) preferencial que deverá ser utilizado na venda do produto. Você também poderá digitar seu código ou então pressionar o botão de pesquisa de mark-ups () para localizar o código desejado.
    • Situação do produto: indica a situação atual do produto, sendo que as opções possíveis são:
      • Comercialização normal: o produto encontra-se em linha de produção e pode ser comercializado normalmente.
      • Não deve ser vendido: o produto encontra-se em linha de produção porém ainda não deve ser comercializado pela empresa.
      • Produção suspensa: o produto teve sua produção suspensa e não dever ser comercializado no momento.
      • Não é mais produzido: o produto saiu da linha de produção, ou seja, não é mais fabricado pela empresa.
      • Desenvolvimento/estudo: o produto ainda está em fase de desenvolvimento, estudo para verificação da viabilidade da sua produção ou formulação técnica e, assim, não pode ser comercializado.
    • Ajuste do resultado obtido nas vendas deste produto: neste campo você poderá informar um percentual adicional de resultado e que deverá ser adicionado ou substituir o resultado definido no mark-up antes de efetuar o cálculo do preço de venda. Ao lado deste campo você poderá selecionar uma das seguintes opções:
      • Usar o resultado informado no mark-up: não será efetuado qualquer ajuste no resultado do mark-up (ou seja, o percentual digitado será ignorado).
      • Adicionar ao resultado do mark-up: indica que o percentual informado deverá ser adicionado (ou subtraído se for negativo) ao percentual definido no mark-up.
      • Substituir o resultado do mark-up: indica que o percentual informado deve ser utilizado no lugar do que foi informado no mark-up.
    • Valor estimado de venda: este botão permite definir o valor estimado de venda para cada estado e que podem ser utilizados no cálculo do ICMS/ST.
    • Quantidade mínima venda: exibe a quantidade mínima de venda que foi definida para esse produto (essa informação poderá ser alterada apenas pelo módulo de cadastramento de produtos).
    • Ciclo médio de fabricação: aqui você pode informar o ciclo médio de produção, em dias, para o produto selecionado (utilizado para remunerar o capital de giro investido durante a fabricação do produto). Ao lado deste campo você poderá informar como número de dias informado deverá trabalhar com o número de dias definido no mark-up. As opções possíveis são:
      • Utilizar o ciclo médio registrado no mark-up: não será efetuado qualquer ajuste ciclo médio definido no mark-up (ou seja, o número de dias digitado será ignorado).
      • Adicionar ao ciclo médio do mark-up: indica que o número de dias informado deverá ser adicionado ao número de dias definido no mark-up.
      • Substituir o ciclo médio do mark-up: indica que o número de dias informado deve ser utilizado no lugar do que foi informado no mark-up.
    • Recálculo custo: Visível apenas se você ativou o recálculo do custo de fabricação sempre que a venda for diferente do lote econômico e indicou que cada produto pode ter uma configuração de recálculo diferente (consulte o módulo de "Configuração do sistema" para maiores informações). Se estiver visível, você poderá definir os seguintes dados:
      • Recalcular o custo de fabricação quando a qtde de venda for menor que o lote econômico: esta opção ativará a opção de recálculo do custo de fabricação, e consequentemente o preço de venda, sempre que a quantidade vendida do produto for menor que seu lote econômico. Quanto ativa, você também poderá indicar:
        • Variação mínima da qtde venda para recálculo: Indica o percentual a partir do qual o custo de fabricação deverá ser recalculado. Por exemplo, se você digitar 10% neste campo e o lote econômico for de 1.000 unidades, o recálculo do custo só ocorrerá quanto a quantidade vendida for igual ou menor que 900 unidades.
        • Recalcular automaticamente: normalmente a opção de recalcular ou não o custo do produto ficará a cargo do usuário mas se você ativar essa opção o custo de fabricação (e o preço de venda) será recalculado automaticamente assim que a quantidade de venda for digitada.
      • Recalcular o custo de fabricação quando a qtde de venda for maior que o lote econômico: esta opção ativará a opção de recálculo do custo de fabricação, e consequentemente o preço de venda, sempre que a quantidade vendida do produto for maior que seu lote econômico. Quanto ativa, você também poderá indicar:
        • Variação mínima da qtde venda para recálculo: Indica o percentual a partir do qual o custo de fabricação deverá ser recalculado. Por exemplo, se você digitar 10% neste campo e o lote econômico do produto for de 1.000 unidades, o recálculo do custo só ocorrerá quanto a quantidade vendida for igual ou maior que 1.100 unidades.
        • Recalcular automaticamente: normalmente a opção de recalcular ou não o custo do produto ficará a cargo do usuário mas se você ativar essa opção o custo de fabricação (e o preço de venda) será recalculado automaticamente assim que a quantidade de venda for digitada.


  • Para que você possa informar os mark-ups no produto eles deverão ter sido cadastrados previamente no sistema.
  • A informação do código dos mark-ups é opcional, visto que você poderá informar um mark-up diferente dos fornecidos quando estiver emitindo seus pedidos de vendas.
  • Os textos do campo "Situação do produto" do seu sistema podem ser diferentes dos apresentados acima, pois estes campos podem ter seus nomes modificados na tela de configuração do sistema.
  • O resultado que deve ser agregado ao produto pode variar entre -90% e 90%. Muito cuidado na definição do percentual deste campo pois ele afeta o preço calculado pelo sistema.
  • A NatSam não faz acompanhamento da legislação tributária, apenas pode definir/cadastrar novas regras que atendam a necessidade da empresa (pode envolver custos adicionais de desenvolvimento, treinamento ou consultoria).
  • A NatSam não poderá ser responsabilizada se os preços calculados pelo Hipercusto não estiverem de acordo com a legislação tributária/regras de cálculo aplicadas para sua empresa e/ou para o seu ramo de atividade ou, ainda, não forem os esperados pela sua empresa.


  • Observações: Serão exibidas as informações adicionais sobre o produto como, por exemplo, capacidade de produção, restrições técnicas, etc. (este campo só pode ser modificado pelo módulo de cadastramento de produtos).