Para a simulação com setores produtivos você deverá preencher os seguintes campos:


Operação que deverá ser efetuada com o setor produtivo quando esta for localizada. As opções possíveis são:

  • Calcular o custo total usando uma nova taxa horária para o setor produtivo (A): nesta opção o setor produtivo informado (A), quando localizado na fórmula de algum produto, será mantido no cadastro porém serão utilizadas as taxas horárias informadas em vez das definidas no cadastro de setores produtivos.
  • Substituir o setor produtivo (A) pelo setor produtivo (B): essa opção troca o setor produtivo (A) informado, quando detectado na fórmula de algum produto, pelo setor produtivo (B) e, se necessário, você poderá ajustar as quantidades/tempos utilizados através de um determinado índice ou utilizar uma nova quantidade. Repare que existem campos distintos para os tempos de produção, tempos de operação e quantidade de homens/máquinas.
  • Adicionar o setor produtivo (B) nas fórmulas onde existir o setor produtivo (A): essa opção mantém na fórmula o setor produtivo (A) e, nos produtos onde ele foi localizado, acrescenta na fórmula do produto o setor produtivo (B). Como quantidade de homens e/ou tempos desse novo setor produtivo serão utilizados os do setor produtivo (A) que poderão ser ajustados através de um determinado índice ou substituídos pelos tempos/quantidades informados.
  • Excluir o setor produtivo (A) das fórmulas: elimina (exclui) das fórmulas dos produtos o setor produtivo (A) fornecido.
  • Incluir o setor produtivo (B) nas fórmulas: inclui o setor produtivo (B) indicado nos produtos selecionados. Nesse caso, você deverá especificar, além do código do novo setor produtivo, os tempos e as quantidades de homens/máquinas que deverão ser utilizados. Repare que existem campos específicos para tempo de produção e tempo de operação e se não tiver que ser considerado um destes dois tempos basta deixar o campo correspondente com zero.
  • Incluir o setor produtivo (B) nas fórmulas, desde que ele ainda não exista na fórmula: similar a opção acima, porém só efetuará a inclusão do setor produtivo (B) nos produtos que ainda não o utilizem.



  • Você deverá digitar os tempos no formato centesimal (ou em produção horária se item for produção).
  • No sistema de "Hora centesimal" os tempos tomam como base o número 100. Quando se utiliza multiplicação ou soma envolvendo tempo, é preciso converter o tempo sexagesimal para centesimal antes de efetuar uma operação matemática (existem cronômetros que medem tempo em hora centesimal).
  • No sistema de "Hora sexagesimal" os tempos tomam como base o número 60 e é o formato pelo qual estamos habituados a marcar o tempo. Nele os minutos tem 60 segundos e as horas tem 60 minutos
  • Você poderá clicar no botão ao lado dos campos de tempo para converter hora do formato Sexagesimal para o formato Centesimal.