O Hipercusto possui alguns tipos de componentes próprios para acesso a dados no banco de dados origem e/ou no banco de dados destino.


oTab_E1

Referencia uma tabela na origem dos dados (tabela de trabalho 1) quando a origem for o outro sistema (importação de dados).

oTab_E2

Referencia uma tabela na origem dos dados (tabela de trabalho 2) quando a origem for o outro sistema (importação de dados).

oTab_H1

Referencia uma tabela na origem dos dados (tabela de trabalho 1) quando a origem for o Hipercusto (exportação de dados).

oTab_H2

Referencia uma tabela na origem dos dados (tabela de trabalho 2) quando a origem for o Hipercusto (exportação de dados).

oDST_1

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 1) na origem dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de tabela correto (oTab_E1 ou oTab_H1).

oDST_2

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 2) na origem dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de tabela correto (oTab_E2 ou oTab_H2).

oQry_E1

Referencia um código SQL na origem dos dados (query de trabalho 1) quando a origem for o outro sistema (importação de dados).

oQry_E2

Referencia um código SQL na origem dos dados (query de trabalho 2) quando a origem for o outro sistema (importação de dados).

oQry_H1

Referencia um código SQL na origem dos dados (query de trabalho 1) quando a origem for o outro Hipercusto (exportação de dados).

oQry_H2

Referencia um código SQL na origem dos dados (query de trabalho 2) quando a origem for o outro Hipercusto (exportação de dados).

oDSQ_1

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 1) na origem dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de query correto (oQry_E1 ou oQry_H1).

oDSQ_2

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 2) na origem dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de query correto (oQry_E2 ou oQry_H2).

dTab_E1

Referencia uma tabela no destino dos dados (tabela de trabalho 1) quando o destino for o outro sistema (exportação de dados).

dTab_E2

Referencia uma tabela no destino dos dados (tabela de trabalho 2) quando o destino for o outro sistema (exportação de dados).

dTab_H1

Referencia uma tabela no destino dos dados (tabela de trabalho 1) quando o destino for o Hipercusto (importação de dados).

dTab_H2

Referencia uma tabela no destino dos dados (tabela de trabalho 2) quando o destino for o Hipercusto (importação de dados).

dDST_1

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 1) no destino dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de tabela correto (dTab_E1 ou dTab_H1).

dDST_2

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 2) no destino dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de tabela correto (dTab_E2 ou dTab_H2).

dQry_E1

Referencia um código SQL no destino dos dados (query de trabalho 1) quando o destino for o outro sistema (exportação de dados)

dQry_E2

Referencia um código SQL no destino dos dados (query de trabalho 2) quando o destino for o outro sistema (exportação de dados)

dQry_H1

Referencia um código SQL no destino dos dados (query de trabalho 1) quando o destino  for o outro Hipercusto (importação de dados).

dQry_H1

Referencia um código SQL no destino dos dados (query de trabalho 2) quando o destino  for o outro Hipercusto (importação de dados).

dDSQ_1

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 1) no destino dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de query correto (dQry_E1 ou dQry_H1).

dDSQ_2

Referencia um conjunto de dados (Dataset de trabalho 2) no destino dos dados. Esse conjunto de dados sempre aponta para o tipo de query correto (dQry_E2 ou dQry_H2).

dsSELECAO

Referencia o conjunto de dados utilizado na seleção dos dados que serão transferidos.

dsPESQUISA

Referencia o conjunto de dados utilizado na verificação da existência do registro no destino dos dados


As tabelas (oTab_XX ou dTab_XX) possuem as seguintes propriedades e/ou instruções:

  • TableName - nome da tabela que deverá ser utilizada.
  • IndexName - nome do índice que deverá ser utilizado.
  • IndexFieldNames - nome dos campos dos índices que devem ser utilizados.
  • FindKey - pesquisa um registro na tabela.
  • FindNearest - pesquisa o registro que mais se aproximar da chave fornecida.
  • Open - abre a tabela.
  • Close - fecha a tabela.
  • Insert - insere um registro em branco na posição do registro atual.
  • Append - insere um registro em branco no final do arquivo.
  • Edit - permite a modificação do registro atual.
  • Post - finaliza uma operação de alteração.
  • Delete - deleta o registro atual.
  • First - retorna para o primeiro registro do arquivo.
  • Last - avança para o último registro do arquivo.
  • Next - avança para o próximo registro do arquivo.
  • Prior - retorna ao registro anterior.
  • IsEmpty - retorna verdadeiro se a tabela estiver vazia.
  • Eof - retorna verdadeiro se estiver no último registro do arquivo.
  • Bof - retorna verdadeiro se estiver no primeiro registro do arquivo.
  • FieldByName - retorna ou modifica o valor de um campo do arquivo.


As queries (oQry_XX ou dTab_XX) possuem as seguintes propriedades e/ou instruções:

  • SQL_Text - Instrução SQL que deverá ser processada.
  • Open - executa o SQL retornando os dados obtidos (utilizado apenas com instruções SELECT).
  • Close - fecha o SQL.
  • ExecSQL - executa o procedimento SQL sem retornar dados (utilizado com instruções DELETE, INSERT, UPDATE, CREATE TABLE, DROP TABLE, etc.).
  • Insert - insere um registro em branco na posição do registro atual.
  • Append - insere um registro em branco no final do arquivo.
  • Edit - permite a modificação do registro atual.
  • Post - finaliza uma operação de alteração.
  • Delete - deleta o registro atual.
  • First - retorna para o primeiro registro do arquivo.
  • Last - avança para o último registro do arquivo.
  • Next - avança para o próximo registro do arquivo.
  • Prior - retorna ao registro anterior.
  • IsEmpty - retorna verdadeiro se a tabela estiver vazia.
  • Eof - retorna verdadeiro se estiver no último registro do arquivo.
  • Bof - retorna verdadeiro se estiver no primeiro registro do arquivo.
  • FieldByName - retorna ou modifica o valor de um campo do arquivo.
  • ParamByName - define um parâmetro para a instrução SQL.



  • A NatSam não oferece suporte na definição de scripts ou uso das funções/objetos acima, pois isso exige conhecimento técnico em lógica e linguagem de programação.